domingo, 30 de noviembre de 2014

Un aficionado descubre petroglifos en Los Ancares leoneses


2/2. Detalle de la estación rupestre Ancares VI - JOSÉ ANGLÉS

José Anglés Correa encuentra las primeras siete estaciones rupestres documentadas en esta comarca

Es como encontrar una aguja en un pajar. Y José Anglés Correa ha localizado nada menos que siete estaciones rupestres en Los Ancares. Son los primeros petroglifos que aparecen en esta comarca leonesa. Hace apenas un año dos investigadores hallaban también los primeros grabados prehistóricos en los Ancares lucenses, que la Xunta de Galicia se apresuró a declarar BIC.

En la Maragatería no han dejado de aflorar estaciones rupestres gracias al empeño del ‘arqueólogo amateur’ Juan Carlos Campos, que en los últimos seis años ha sacado a la luz un importante legado prehistórico de 6.000 años de antigüedad, pese al desinterés oficial.

Campos es requerido habitualmente por otros aficionados para que certifique sus hallazgos, como ha ocurrido con Anglés, quien en sus excursiones por la montaña ha descubierto los primeros petroglifos documentados en la comarca leonesa de Los Ancares.

No hay dibujos antropomorfos, sino exclusivamente cazoletas (marcas circulares), alineadas o formando grupos, así como surcos asociados a ellas. [...] diariodeleon.es

Comemoração dos 20 Anos da Descoberta das Gravuras do Côa



O Parque Arqueológico do Vale do Côa e o Museu do Côa assinalam, de 29 de Novembro a 2 de Dezembro, a passagem de duas décadas sobre a descoberta da Arte do Côa.

Em Novembro de 1994 começaram a surgir as primeiras notícias relativas a importantes achados arqueológicos na área que seria submersa pela barragem do Baixo Côa, vindo depois a confirmar-se que se trata do maior complexo de arte rupestre paleolítico ao ar livre conhecido até hoje.

Para comemorar a efeméride foi preparado um programa evocativo, do qual se destaca, no dia 29 de Novembro, a reabertura ao público da sala D do Museu do Côa, ultrapassados que foram os condicionalismos técnicos que levaram ao seu encerramento. Mantendo o espírito da história que se conta no Museu, esta sala continuará dedicada ao chamado coração do "santuário arcaico paleolítico" da Penascosa/Quinta da Barca. [...] arte-coa.pt/

Relacionado:  Encontrados Vale do Côa vestígios que podem datar do Paleolítico Médio
Arqueólogos do Vale do Côa admitiram pela primeira vez terem descoberto ao longo do ano novos sítios cuja data pode ir até ao Paleolítico Médio, disse à Lusa o director do Parque Arqueológico do Côa, Martinho Batista.

Segundo Martinho Baptista, arqueólogo e director do Parque Arqueológico do Cô, a campanha de sondagem e prospecção revelou achados do "período grafetense", com cerca de 30 mil anos, e provavelmente com níveis de ocupação até anteriores, o que será depois apurado com novas escavações agendadas para 2015.

O anúncio foi feito quando se assinalam 20 anos sobre as primeiras descobertas da Arte do Côa e os 16 anos da sua classificação como Património Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco)...

Sardinian says he has stopped auction of 4,500 BC idol

Item was to be sold by Christie's for up to $1.2 million


Cagliari, November 27 - A Sardinian politician said Thursday that islanders have won an early victory in their fight to prevent a New York auction house from selling an ancient mother goddess icon that could be worth up to $1.2 million.

    Mauro Pili, who is heading a campaign to stop what he calls the "robbery of the heritage and civilization of Sardinia", said that the auction of Dea Madre had been scheduled for December 11, but has been stopped.

    He wants the marble goddess, which dates from about 4500 BC and whose price range extends from $400,000 up to $1.2 million, returned to Sardinia.

    The battle against "archaeological theft" has reached "a decisive point" in stopping a "shameful" auction, said Pili.

    The idol had been listed for auction at Christie's in New York City's Rockefeller Plaza. ansa.it


Link 2: Dr. Christos Tsirogiannis identifies rare Sardinian idol to be auctioned at Christie's December 11 in New York City

Image of the Sardinian idol from the Medici
archive (provided by Dr. Tsirogiannis)